Carta-de-despedimento-ou-demissão-rescisão-de-contrato-790x445

Como escrever a carta de despedimento? Ou será “carta de demissão”?

Se não está contente com o seu emprego atual, surgiu uma oportunidade de mudança e o seu objetivo é despedir-se a curto prazo, há algumas coisas que deve saber antes de dar início a este processo.

Carta de despedimento ou carta de demissão?

A palavra “despedimento” aplica-se quando a rescisão do contrato é unilateral e é efetuada pela entidade empregadora. Se a decisão de deixar o emprego é do colaborador, deverá utilizar a palavra “demissão“.

Antes de continuar a ler, veja o vídeo que preparei sobre este tema:

Mesmo quando a relação entre a entidade empregadora e o colaborador é excelente, e o assunto da demissão é abordado de forma clara e aberta, é necessário que formalize a sua intenção de cessar o contrato. Para isso, tem que escrever a sua carta de demissão e enviá-la à entidade empregadora dentro de determinados prazos legais.

Demissão com e sem justa causa?

Se pretende demitir-se com base em argumentos que configuram uma justa causa (e.g. se a entidade empregadora deixou de lhe pagar), poderá rescindir o contrato sem aviso prévio. Nos restantes casos, deverá respeitar os prazos que a lei estipula como aviso prévio. Caso contrário, será obrigado a pagar uma indemnização à entidade empregadora.

Número de dias de aviso prévio (em Portugal)

Contratos de trabalho sem termo

  • Contratos com menos de 2 anos – 30 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 2 anos – 60 dias de aviso prévio.

Cessação de contratos de trabalho a termo incerto

  • Contratos com menos de 6 meses – 15 dias de aviso prévio;
  • Contratos entre 6 meses e 2 anos – 30 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 2 anos – 60 dias de aviso prévio.

Cessação de contratos de trabalho a termo certo

  • Contratos com menos de 6 meses – 15 dias de aviso prévio;
  • Contratos com mais de 6 meses – 30 dias de aviso prévio.

Como enviar a carta de demissão?

Envie a sua carta de demissão à entidade empregadora, com base nos prazos que referi anteriormente, por correio registado e com aviso de receção.

Não envie a sua carta de demissão por e-mail.

Demita-se mas… não feche portas!

Quando eu era pequeno, o meu pai decidiu demitir-se do seu emprego para emigrar alguns anos. Houve algo que o meu pai fez muito bem:

Não fechou portas! Demitiu-se de forma amigável.

Alguns anos depois, o meu pai decidiu que não queria voltar a emigrar, porque não queria estar longe da família, e voltou a “bater à porta” do antigo empregador.

Foi recebido de braços abertos e voltou a ocupar o mesmo cargo que tinha antes de emigrar.

Porquê!? Porque não fechou portas!

Atualmente, toda a gente se conhece… toda a gente troca e-mails e fala facilmente através das redes sociais e por isso, quando se demitir, faça-o de forma amigável, não feche portas porque…

… nunca se sabe como será o dia de amanhã!

O que deverá escrever na carta de demissão?


Aqui fica um exemplo de carta de demissão de um colaborador com contrato a termo certo que estava ao serviço da entidade empregadora há mais de 6 meses:

Dados Pessoais do Colaborador
(nome e morada completos)

Dados da Entidade Empregadora
(nome e morada completos)

A sua cidade, 18 Setembro de 2017

Assunto: Rescisão de Contrato

Exmos. Senhores,

Venho, por meio desta carta, informar-Vos relativamente à intenção de rescindir a ligação contratual que me liga à Vossa empresa.

A rescisão do meu contrato tornar-se-á efetiva a partir do dia 19 de outubro de 2017, o que significa que estou a cumprir com a obrigação legal de Vos informar relativamente à minha rescisão de contrato, a termo certo, com uma antecedência mínima de 30 dias.

Relembro também que os valores relativos aos subsídios de Natal e de férias devem ser-me ressarcidos no final do contrato, na proporção relativa aos dias em que trabalhei.

Durante o período em que estive ao serviço da Vossa empresa, tive a oportunidade de trabalhar com uma equipa altamente profissional, o que me proporcionou uma excelente evolução profissional. Por essa razão, agradeço todas as oportunidades que me foram dadas.

Sem qualquer outro assunto, deixo os meus cumprimentos.

(Nome e Assinatura do Colaborador)


NOTA: Poderá utilizar um destes modelos de carta de apresentação (editáveis em Word) para escrever a sua carta de demissão. Contudo, não se esqueça de alterar o cabeçalho do documento para “Carta de rescisão contratual”! 🙂

Aproveite igualmente e veja este pequeno vídeo onde mostro como é fácil editar os modelos de currículo e de cartas de apresentação (em Word) que apresento aqui:

De facto, já não há desculpa para se apresentar da mesma forma que a multidão! 🙂

Antes de enviar a carta de demissão deverá mostrá-la a alguém?

Caso tenha dúvidas acerca dos prazos a cumprir e se deve, ou não, incluir determinadas condições na sua carta de demissão, sugiro que se dirija a um balcão da ACT (Autoridade para as Condições do Trabalho), caso viva em Portugal, ou a entidade equivalente no país onde trabalha atualmente.

Partilhe este artigo...

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on email

Este site utiliza cookies para permitir uma melhor experiência por parte do utilizador.